04 março, 2007

Já se adivinhava...

Após a vitória do SIM no referendo, apesar de juridicamente não vinculativo, de imediato se decidiu a sua implementação legislativa.
Só que agora, e ao contrário do que foi repetidamente afirmado e prometido durante a campanha, sem qualquer referência ao aconselhamento da mulher.
O mote foi dado em 13 de Fevereiro por Vital Moreira no Público, onde deu largas à raiva, agora incontida, contra a Igreja e contra a Ordem dos Médicos, a qual rotulou de confessional e salazarista!...
Logo uma união da esquerda parlamentar tratou de redigir um projecto legislativo( ou será que já estava?), deixando de fora todas as opiniões moderadas e o aconselhamento da mulher, impedindo, inclusivamente, que qualquer médico objector de consciência se aproxime da mulher candidata a abortar.
Contada assim a história, de facto, parece o que é:uma burla.
Uma burla bem planeada, para a qual foram arregimentados alguns ingénuos, rapidamente descartados.
E todos nós a assistirmos a isto...
Deve ser da anestesia...
No fundo, foi só mais uma burla, a juntar a tantas outras!...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home